Paulo Futre: «Benfica e Sporting merecem o título»

Antigo jogador lamenta ainda ausência do FC Porto na corrida

• Foto: Pedro Ferreira

O antigo internacional português Paulo Futre afirmou esta quarta-feira que tanto o Sporting como o Benfica serão um justo campeão, lamentando a ausência de FC Porto na luta pelo título da Liga NOS. 

"O campeonato português está ao rubro e é uma pena não estar o FC Porto na corrida, pois seria um máximo. Benfica e Sporting merecem o título e qualquer um vai ser um justo campeão. Faltam muito poucas jornadas e serão impróprias para cardíacos", confessou o antigo jogador, de 50 anos, à margem do evento II Congresso Internacional 'The Future of Football', organizado pelo Sporting e que decorre até quinta-feira no Estádio José Alvalade.

Paulo Futre referiu que a "pressão existente sobre os jogadores nestas alturas é fora do normal e o nervosismo que sentem, às vezes, pode levá-los a cometer erros em jogos que teoricamente são fáceis".

Questionado sobre o mau momento do FC Porto no campeonato nacional, Futre apontou como principais motivos a ausência de referências e a falta de mística no plantel. "Foi um ano duro para o FC Porto. Vemos o plantel do FC Porto e o grande líder é um miúdo de 18 anos, o Rúben Neves. Penso que faltam os valores e aquela mística que eu vivi quando representei o clube, principalmente quando chegam jogadores novos e não encontram as referências", lamentou.

O antigo internacional português comentou também a polémica em torno das arbitragens no futebol português, confessando que a "chegada de Jorge Jesus ao comando técnico do Sporting contribuiu para que fossem ultrapassados os limites do razoável".

Sobre a inclusão das novas tecnologias no futebol, Futre vincou a sua posição, realçando que peca por tardia, dando o exemplo de outras modalidades. "Sou um fã há muito tempo. Acredito que mais tarde ou mais cedo este sistema aparecerá no futebol. No râguebi e no ténis já existe. Para ser tudo mais transparente no futebol falta a tecnologia", explicou.

Relativamente à participação da seleção portuguesa no Euro2016, o antigo jogador do Atlético de Madrid apelou "à fé e à sorte em ter o melhor jogador do mundo [Cristiano Ronaldo] em grande forma", acreditando que a equipa das quinas "pode mesmo sagra-se campeã".

A finalizar, Paulo Futre lamentou as lesões e consequentes ausências "importantes" de Fábio Coentrão e Danny do europeu, sublinhando que "rezar" ajudará a um final de época sem más notícias para o selecionador Fernando Santos.

Por Lusa
6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga NOS

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.