PSP vai investigar lançamento de tochas no Sporting-Benfica

Dérbi esteve interrompido durante cerca de cinco minutos no início da segunda parte

A carregar o vídeo ...
Caos a abrir a 2.ª parte do Sporting-Benfica: tochas no relvado, incêndio junto ao fosso e jogo interrompido

A Polícia de Segurança Pública (PSP) anunciou que a operação de segurança montada para o dérbi entre Sporting e Benfica decorreu sem incidentes ou detenções de adeptos, mas o lançamento de tochas vai ser investigado.

A subcomissária da PSP Ana Carvalho, responsável pela operação delineada para o dérbi de Lisboa, no Estádio José Alvalade, afirmou em declarações à Lusa que "tudo decorreu dentro da normalidade", "sem incidentes de maior ou detenções".

Claques do Sporting 'inundam' relvado de tochas e Max quase fez de bombeiro

Já sobre o lançamento de tochas por parte dos adeptos afetos ao Sporting e que interrompeu o jogo durante cerca de cinco minutos no início da segunda parte, Ana Carvalho explicou que foi tomada a decisão de não intervir durante o incidente pelo que não foi possível identificar qualquer adepto.

Ainda assim, ressalva que será feita uma investigação posterior que pode culminar na identificação de alguns dos adeptos que causaram esses distúrbios.

"Decidimos não atuar na altura por questões de segurança, mas certamente que agora serão visionadas as imagens e poderá ser feita a identificação de alguns adeptos envolvidos", sublinhou.

Recorde-se que já depois do apito final no dérbi, o presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, solicitou uma reunião de urgência ao ministro da Administração Interna a propósito dos incidentes no encontro da 17.ª jornada da I Liga.

No mesmo comunicado, a Liga "lamenta profundamente o sucedido", alegando que se trata de um fenómeno que mostra que "uma pequena franja de adeptos estraga um espetáculo destinado a todos e prejudica os verdadeiros protagonistas, que são os jogadores".

No documento, a Liga assegura que "o futebol não vai ficar refém de um conjunto de pessoas que, sem rosto, mancham o nome dos clubes e dos seus fiéis e reais adeptos" e pede que "as revistas feitas aos adeptos na entrada para os estádios sejam mais rigorosas e eficazes, de forma a acabar, definitivamente, com a entrada de objetos perigosos e proibidos nos recintos desportivos".

No Estádio José Alvalade, em Lisboa, o Benfica venceu o Sporting por 2-0, com dois golos de Rafa, solidificando a liderança do campeonato.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Liga NOS

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.