UEFA diz que "não foi tomada qualquer decisão" sobre o 'caso vouchers'

Em resposta às perguntas da agência Lusa

• Foto: Direitos reservados

A UEFA disse esta segunda-feira à agência Lusa não ter tomado uma decisão sobre a queixa do Sporting contra o Benfica no caso dos 'vouchers' oferecidos aos árbitros nos jogos da equipa principal e secundária de futebol dos encarnados.

"Não foi tomada qualquer decisão sobre este caso", disse  uma fonte do departamento de comunicação da UEFA, em resposta às perguntas da agência Lusa.

Na passada sexta-feira, o Benfica anunciou o arquivamento da queixa, por parte do organismo que rege o futebol europeu, facto negado, posteriormente, pelo Sporting, que explicou que a UEFA abdicou de abrir um processo disciplinar enquanto o processo corre numa instância nacional, caso do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD).

Num programa televisivo, em 2015, entre outras acusações, Bruno de Carvalho referiu que o Benfica fazia ofertas de cortesia a equipas de arbitragem em todos os jogos que poderiam atingir um valor global por época a rondar os 250 mil euros.

A 11 de outubro foram feitas buscas na SAD do Benfica, com vista à recolha de provas para um processo dirigido Ministério Público - DIAP de Lisboa.

No mesmo dia em que o Ministério Público indicou que as buscas tinham sido feitas, o Benfica reiterou o seu empenho no "cabal esclarecimento e célere decisão" do denominado 'caso dos vouchers'.

Em comunicado, "na sequência de notícias vindas a público sobre o processo", os tricampeões nacionais de futebol relembram que, após as "insinuações e acusações", feitas a 05 de outubro de 2015, "solicitaram à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) que remetesse uma participação às instâncias competentes, visando promover a averiguação da situação referida no mais curto espaço de tempo".

A 27 de janeiro deste ano, no âmbito da justiça desportiva, a Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional anunciou o arquivamento do processo decorrente das afirmações do presidente do Sporting sobre as ofertas do Benfica a árbitros.

O Sporting, pela voz de Bruno de Carvalho, anunciou que iria recorrer desta decisão para o TAD.

Por Lusa
34
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Liga NOS

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.