Kléber, avançado do Estoril, é um dos alvos do Olympiacos para a próxima temporada. O emblema grego, treinado pelo português Pedro Martins, quer reforçar o seu plantel com vista à recuperação de um título, que esta época lhe escapou, após sete triunfos consecutivos, e vê no dianteiro brasileiro, de 28 anos, uma excelente opção para a frente de ataque a um valor considerado razoável, uma vez que o ainda jogador do Estoril tem apenas mais um ano de contrato.

Como é natural, o interesse do emblema ateniense é reforçado pelo conhecimento que Pedro Martins tem de Kléber, que nunca treinou mas que defrontou ao longo de diversas temporadas no principal escalão do futebol português. Além de ter só mais um ano de contrato com o futebolista, o Estoril também não levantará grandes objeções à sua saída – tentando, por exemplo, renovar-lhe o vínculo –, uma vez que a descida à 2ª Liga obrigará a SAD canarinha a reduzir de forma drástica a sua massa salarial. E Kléber é o futebolista que mais recebe no plantel do Estoril: qualquer coisa como 20 mil euros mensais.

Kléber chegou a Portugal, em 2009/10, para representar o Marítimo, por empréstimo do Atlético Mineiro. Após duas épocas na Madeira, assinou pelo FC Porto, ao serviço do qual se sagrou bicampeão, na equipa treinada por Vítor Pereira. Seguiu-se o regresso ao Brasil (Palmeiras) e uma passagem pela China (Beijing Guon), antes de assinar pelo Estoril.


Autor: Miguel Amaro