João Pedro Sousa: «Fomos felizes na altura em que marcámos»

Treinador do Famalicão assume que o empate na receção ao Marítimo é justo

• Foto: LUSA / EPA

O Famalicão empatou (1-1) na receção ao Marítimo, em jogo a contar para a 17.ª jornada da Liga NOS, num encontro em que a formação minhota esteve a perder até ao último minuto.

No final do encontro, João Pedro Sousa admitiu que a equipa iniciou o encontro de forma lenta e previsível, mudando de atitude só na segunda parte, altura em que ainda foi a tempo de arrecadar um ponto diante "uma boa equipa".

"Foi um jogo difícil contra equipa boa, que domina todos os momentos, com jogadores rápidos. Iniciámos o jogo lentos, previsíveis e permitimos uma segunda bola do Marítimo que não conseguimos intercertar. Depois reagimos, fomos criando algum perigo perto das zonas de finalização mas sem chegar com qualidade suficiente para finalizar. Na segunda parte fomos mais fortes, pressionantes, quando perdíamos a bola recuperávamos. Foi o que tentámos fazer para tentar igualar o jogo e para tentar vencê-lo. Não conseguimos, penso que seria justo empatarmos e encontrámos o golo no ultimo jogo. Fomos felizes na altura em que marcámos, mas fomos merecedores desse golo", apontou o treinador do Famalicão.

Balanço ao que já foi feito nesta temporada

"Só pode ser um balanço positivo. Praticamente fizemos numa volta o que teríamos de fazer em duas. Mas estamos satisfeitos. 31 pontos é fantástico, não só pelos pontos e pela classificação,mas pelo tipo de jogo que temos demonstrado. Temos aliado bons jogos com bons resultados. Resta-nos desejar uma segunda volta igual à primeira", concluiu.

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Famalicão

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.