Jorge Silva: «Dívida de 30 anos era um fardo moral»

Presidente regozijou com acordo firmado com a FPF relativo ao Caso Menad

• Foto: DR Record

Famalicão e Federação Portuguesa de Futebol chegaram a acordo para liquidação da dívida que o clube famalicense tinha junto do organismo federativo desde 1990, na altura relacionada com a transferência do jogador argelino Djamel Menad desde os franceses do Nimes.

O emblema liderado por Jorge Silva pagou os 150 mil euros que restavam da dívida e o presidente, a Record, não podia estar mais radiante. "Ter uma dívida de 30 anos era até um fardo moral para as gentes de Famalicão e tendo este processo sido bem sucedido a sensação é muito boa, muito boa mesmo, estou muito feliz, enchemos o nosso peito de ar, podemos respirar com liberdade. Foi um caso muito complexo, uma herança que eu herdei assim como outros presidentes. Com muito esforço financeiro do Famalicão conseguimos!", afirmou o líder diretivo dos minhotos.

Por outro lado, o Famalicão foi regularizando a dívida resultante do denominado ‘Totonegócio’, através da cativação de receitas e Jorge Silva não esquece o papel de Fernando Gomes em todo o esquema de resolução encontrado. "A sensibilidade e o caráter do presidente Fernando Gomes foram muito importantes neste processo. Tinhamos conversado muitas vezes anteriormente. Muito obrigado por tudo. Foi inexcedível!"

NÚMEROS

57 jogos de Djamel Menad pelo Famalicão entre 1990 e 1992. Marcou 17 golos. O ponta-de-lança representou a Argélia no Mundial de 1986, no México e, em Portugal, ainda alinhou pelo Belenenses.

600 mil euros era o montante base da dívida que tinha quase três décadas.

Por Ruben Tavares

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Famalicão

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0