André Geraldes volta ao banco com o Paços de Ferreira

CEO da SAD viu pena reduzida e vai recorrer para o TAD

• Foto: Ricardo Nascimento

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol reduziu para metade (de 16 para 8 dias) a pena aplicada a André Geraldes, CEO do Farense, que foi expulso diante do Leixões (a 9 de fevereiro, na 21.ª jornada da 2.ª Liga) e apresentou recurso.

O dirigente dos algarvios poderá voltar a sentar-se no banco no jogo com o Paços de Ferreira, na manhã do próximo domingo. Todavia, o assunto não deverá ficar por aqui: André Geraldes viu a sua pretensão ser parcialmente atendida mas, apurou o nosso jornal, não se conforma com um castigo motivado por ter pontapeado uma garrafa de água e deverá recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto.

O trabalho do árbitro Fábio Veríssimo no jogo entre o Farense e o Leixões (1-1) motivou forte contestação dos algarvios, que não entendem os motivos da expulsão de André Geraldes, pois o relatório não faz referência a qualquer comportamento incorreto, além do pontapé numa garrafa de água.

Por Armando Alves
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Farense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.