Sérgio Vieira: «Temos de nos agarrar a este ponto e olhar para o futuro»

Treinador lamenta empate em casa diante do Famalicão depois de ter estado a vencer

• Foto: José Gageiro

Sérgio Vieira lamenta que o Farense não tivesse conquistado os três pontos esta tarde diante do Famalicão, depois de ter estado a vencer por 2-0. A equipa esteve a perder, chegou ao empate (3-3), mas o treinador diz que "acaba por ser um resultado injusto".

Penalizador
"É um resultado que penaliza muito o momento que atravessamos. Em termos emocionais, o facto de querermos os três pontos mexeu emocionalmente com a equipa quando estava a ganhar 2-0. Em termos mentais, preferimos abdicar de ter o controlo do jogo. Temos capacidade para isso, mas o momento que atravessamos fez com que não fôssemos tão audazes."

Injusto
"Acaba por ser um resultado injusto. Face àquilo que conseguimos em relação a oportunidades, mesmo depois de termos sofrido o primeiro golo - tivemos várias oportunidades para dilatar o resultado -, temos de nos agarrar a este ponto e olhar para o futuro."

Culpa própria
"Foi muito demérito nosso termos perdido três pontos. Por termos abdicado do controlo e não termos matado o jogo com o 3-1. São falhas nossas que nos penalizam. Queríamos levar os três pontos e não só somar oportunidades perigosas. O ponto conquistado foi de forma convincente. Precisávamos de pontuar e chegámos rapidamente à vantagem por questões estratégicas que preparámos com a análise do adversário, através de movimentações nossas e das bolas paradas."

Estratégia
"Estrategicamente, fomos perfeitos e organizados. Mas somos penalizados pela nossa própria atitude de não mantermos a nossa identidade. Face ao momento e à posição da equipa na tabela, percebo que isso pode acontecer, mas temos de trabalhar mais para evitar isso".

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Farense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.