FC Porto tenta antecipar viagem de Éder Militão

Defesa central está castigado no São Paulo

PUB

Éder Militão viu um cartão amarelo contra o Grémio, na noite de quinta para sexta-feira, que o vai afastar da próxima partida do São Paulo, amanhã, frente ao Cruzeiro. Segundo Record apurou, a suspensão de um jogo que o brasileiro terá de cumprir está a ser utilizada pelo FC Porto junto do Tricolor para tentar antecipar a viagem do defesa para a Invicta.

O São Paulo quer libertar Éder Militão somente após 5 de agosto, data em que recebe o Vasco da Gama, para o Brasileirão, isto já depois de enfrentar o Colón, da Argentina, dia 2, para a Taça Libertadores. A verdade é que frente ao Cruzeiro, amanhã, o técnico Diego Aguirre já vai ser obrigado a lançar Bruno Peres, lateral contratado para substituir Militão, e tal poderia servir como rampa de lançamento definitiva para a anunciada sucessão. Por fim, diga-se que Militão foi bastante criticado pela sua exibição frente ao Grémio, tendo ficado ligado aos dois golos sofridos pela sua equipa na derrota por 2-1.

Deixe o seu comentário
PUB