Aboubakar serve de exemplo

Começou 'livre'... e renovou

• Foto: MoveNotícias

Num passado não muito recente, o FC Porto deu preferência a jogadores com contratos de longa duração em detrimento de outros cujas ligações expiravam no final da época que se iniciava. Esta temporada o paradigma alterou-se e só assim foi possível ‘salvar’ Aboubakar.

Apesar de também ele ter começado 2017/18 com um vínculo de curta duração – terminava em junho do próximo ano –, tal não impediu que Sérgio Conceição ratificasse a sua inclusão no plantel e, mais do que isso, fizesse do camaronês um dos dragões mais indiscutíveis do seu onze. Aboubakar respondeu dentro de campo com alto rendimento e a verdade é que, por consequência direta ou não, a sua renovação acabou por acontecer já com a época em curso, mais concretamente a 12 de outubro: o ponta-de-lança está agora ‘preso’ ao FC Porto até 2021 e com uma cláusula de rescisão de 50 milhões de euros.

O mesmo desfecho é pretendido para os casos de Marcano e Reyes, ainda que o do espanhol seja aparentemente prioritário em relação ao do mexicano. De acordo com as informações recolhidas, os dois dragões já foram abordados pela SAD com vista às prorrogações dos respetivos contratos, mas o processo de Marcano encontra-se bastante mais adiantado em relação ao do companheiro da equipa.

Relativamente aos ‘veteranos’ Casillas e Maxi Pereira não são conhecidas iniciativas sobre eventuais renovações de contrato.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.