Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Alarme no centro da defesa

Com Militão e Felipe a chegarem ‘em cima’ da receção ao Chaves, Diogo Leite é a opção melhor colocada. Chidozie lesionou-se e é incógnita

• Foto: Filipe Farinha
Não será fácil a Sérgio Conceição montar a dupla de centrais para a receção ao Chaves, relativa à estreia azul e branca na atual edição da Allianz Cup. A antecipação do encontro para dia 14, sexta-feira, não ajuda, mas seria vista por outro prisma se... Chidozie não se tivesse lesionado ontem. A real gravidade do problema físico ainda não é conhecida, pelo que, até que assim aconteça, o nigeriano é uma incógnita.

Depois de ter marcado na vitória da Nigéria por 3-0 sobre as Seicheles, na recarga a um livre direto de um companheiro de equipa que bateu no poste, o central, de 21 anos, teve de ser substituído já na segunda parte. De acordo com os relatos da imprensa local, o defesa queixou-se num primeiro momento, ainda tentou seguir em campo, mas acabou mesmo por deixar o terreno de jogo.

Além das dúvidas que agora envolvem o nigeriano, existe também um ponto de interrogação sobre os nomes de Éder Militão e Felipe, mas, aqui, não por motivos físicos. Os brasileiros, suplentes não utilizados frente aos Estados Unidos da América na última madrugada, têm o compromisso pelo Brasil agendado para a noite de terça para quarta-feira, pelo que, na melhor das hipóteses, vão treinar-se no Olival apenas na quinta-feira, véspera do jogo com o Chaves. Assim o entenda, Sérgio Conceição poderá naturalmente socorrer-se de um ou mesmo dos dois centrais no jogo com os transmontanos, mas esse não é, como se percebe, um cenário ideal para a preparação do encontro.

Sem poder contar com Mbemba, ainda a recuperar de lesão, o técnico tem em Diogo Leite a sua melhor opção para o encontro. O jovem, que está ao serviço dos sub-21 portugueses, deve apresentar-se ao serviço no Olival na quarta-feira de manhã.

Maxi passou por lá no ensaio com a B

As dificuldades que o atual contexto apresenta ao nível dos defesas-centrais ficaram ontem expressas no treino de conjunto que a equipa principal e o FC Porto B realizaram. Os dragões não fizeram qualquer menção oficial sobre a realização de um jogo-treino, mas, segundo Record apurou [ver mais informação na página seguinte], Maxi Pereira foi um dos centrais improvisados por Sérgio Conceição no ensaio, sendo que o técnico também se socorreu de um elemento do plantel às ordens de Rui Barros.
Por André Monteiro e André Gonçalves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Tentar subir a montanha

Schalke fez 37 tackles e roubou a bola 20 vezes. Eis o pesadelo que o FC Porto teve de enfrentar
Notícias

Notícias Mais Vistas

M M