"Estou muito contente e feliz por continuar aqui por mais um ano. É fantástico estar vinculado a um clube e a uma cidade fantástica, que desde o primeiro dia me receberam muito bem. Havia rumores de que poderia sair, mas a minha intenção sempre foi a de continuar. Felizmente pude continuar e estou feliz por isso", revelou Iker Casillas em declarações ao site do clube após a renovação do contrato com o FC Porto por mais uma época.

"Quando cheguei ao FC Porto, há três anos, a intenção era a de conquistar o máximo de títulos possível. A minha chegada coincidiu com uma etapa pouco feliz do clube, mas agora, que conseguimos este título tão importante, temos que desfrutar disso. Ao mesmo tempo, há que começar já a pensar na época que vem e o objetivo é superar o que fizemos este ano. Temos o campeonato na cabeça, como também temos as demais competições nacionais, que também são importantes para um clube com o prestígio do FC Porto.", confessou o guarda-redes espanhol. 

Casillas revelou que ao ínicio foi díficil adaptar-se à cidade e ao clube mas que agora sente o "carinho" e que ter a oportunidade de jogar no FC Porto o deixa "feliz".

Em relação à sua relação com o presidente dos dragões, Jorge Nuno Pinto da Costa, o guardião afirmou: "Desde o primeiro dia que a atitude do presidente comigo foi fenomenal. No momento em que se começou a falar desta possibilidade, não tinha nenhuma dúvida que, quando nos sentássemos a tomar um café, a conversa iria chegar a bom porto."

A questão do ordenado, garante, não foi problema, com Casillas a dar a entender que terá baixado o valor do salário: "Estou feliz, estou com vontade e, pondo tudo numa balança, há coisas mais importantes do que o fator económico. Ter a oportunidade de jogar aqui neste clube deixa-me feliz e quem me conhece sabe disso."