Claque Super Dragões acusa "máquina de propaganda" benfiquista de coação

Em causa a informação de uma alegada espera a Vasco Santos, VAR do FC Porto-Rio Ave

A claque Super Dragões recusou, através de um comunicado divulgado nas redes sociais, ter feito qualquer espera a Vasco Santos, VAR do duelo entre o FC Porto e o Rio Ave. A informação começou por ser avançada pelo agente César Boaventura, sendo que durante esta noite foi igualmente comentada por alguns representantes do Benfica em programas de análise desportivo na televisão.

"Na sequência de afirmações proferidas em programas desportivos da noite de domingo que acusavam os Super Dragões de uma "espera" a Vasco Santos, VAR do FC Porto vs Rio Ave de ontem, a direcção da claque informa que tais afirmações são completamente falsas e apenas se inserem na habitual realidade alternativa criada pela máquina de propaganda do SL Benfica", pode ler-se no comunicado, onde é feito também uma acusação de coação por parte dos "cartilheiros" dos encarnados. 

"Com estas intervenções, os cartilheiros e peões de brega espalhados pelo clube da luz em toda a comunicação social, apenas procuram condicionar as decisões das equipas de arbitragem, numa descarada manobra de coação à qual ninguém pode ficar indiferente e que não nos cansaremos de denunciar", escreveram os Super Dragões. 

Leia o comunicado da claque portista na íntegra: 

"Na sequência de afirmações proferidas em programas desportivos da noite de domingo que acusavam os Super Dragões de uma "espera" a Vasco Santos, VAR do FC Porto vs Rio Ave de ontem, a direcção da claque informa que tais afirmações são completamente falsas e apenas se inserem na habitual realidade alternativa criada pela máquina de propaganda do SL Benfica.

Tanto as forças de autoridade como a própria APAF já negaram quaisquer acontecimentos, o que só ridiculariza ainda mais os promotores desta mentira.
Com estas intervenções, os cartilheiros e peões de brega espalhados pelo clube da luz em toda a comunicação social, apenas procuram condicionar as decisões das equipas de arbitragem, numa descarada manobra de coação à qual ninguém pode ficar indiferente e que não nos cansaremos de denunciar.

As agressões de que foi alvo Pedro Proença no CC Colombo ainda na qualidade de árbitro, a perseguição de que Jorge Sousa e a sua família foram vítima, por entre muitos outros casos que sucessivamente foram sendo branqueados, continuam a não encontrar paralelo em Portugal e deviam envergonhar aqueles que as omitem.

Entramos no último terço do campeonato com um equilíbrio que muitos já não previam, provavelmente os mesmos que vão mostrando o seu desespero.
Da nossa parte, sempre estivemos ao lado daqueles que arduamente continuam a lutar pela conquista da prova.
Por mais aldrabices que digam, por mais mentiras que criem, por mais penaltis que nos roubem, por mais pontos que nos subtraiam, nós não nos vamos vergar e continuaremos unidos rumo ao objectivo final!"

Por José Miguel Machado
7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0