Conceição: «Não espero um Sporting mais fragilizado em função do que está a acontecer»

Treinador enquadra situação do rival no ambiente global de confusão que reina no futebol

• Foto: Movenotícias

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, não acredita que o Sporting surja no Estádio do Dragão afectado ou fragilizado pelo ambiente criado em torno da possibilidade da direção presidida por Bruno de Carvalho se demitir, enquadrando mesmo esta situação no panorama geral de grande confusão que rodeia o futebol nacional nesta altura.

"O Sporting é sempre o Sporting. Não podemos olhar para o momento. Quer queiramos quer não, nas equipas de futebol, o que conta são os resultados. Eles vão querer um bom resultado, assim como nós vamos querer um bom resultado", começou por dizer Sérgio Coinceição esta terça-feira na conferência de imprensa de lançamento do jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal (quarta-feira).

"Não espero um Sporting mais ou menos fragilizado em função do que está a acontecer. A polémica infelizmente não é só à volta do Sporting. É no futebol em geral, o que me desagrada muito - a mim a todos o que apaixonados por futebol. Há tantas coisas positivas de que falar", reforçou, desvalorizando também os efeitos da derrota sofrida pelos leões frente ao Estoril:

"Nós analisamos o adversário naquilo que é a sua dinâmica nos jogos passados, mas não olhamos para o resultado. O resultado não interfere no jogo de amanhã. Cada jogo tem a sua história e vamos pensar no Sporting, que tem um plantel forte. Olhamos e preparamos o jogo naquilo que podemos controlar. Queremos fazer um resultado positivo nesta primeira mão."

"Não ligo muito a estatísticas. Estastíticas positivas não é sinónimo de um resultado positivo. Às vezes até é o contrário. Isso é sim um sinónimo de que fizemos bons jogos frente ao Sporting. Conseguimos impôr a nossa dinâmica, mas não conseguimos ser eficazes como gostaríamos. Na altura, acho que essa foi a maior pecha no nosso jogo. Este jogo vai ser diferente. Esperamos continuar com essa superiordade, mas que desta vez dite um resultado positivo", referiu o treinador comentando o domínio exercido sobre o Sporting nas duas partidas já disputadas.

"Nós podemos controlar o nosso estado emocional. Aquilo que o Sporting vai fazer ou não, isso é um problema do Sporting. O que eu posso controlar é a minha equipa", reforçou, prometendo:

"Vamos encarar estes 180 minutos para ganhar e não para não sofrer golos. O atacar está associado ao processo defensivo. Não sofrendo, estamos mais perto do resultado que queremos, que é a vitória. Respeitamos muito o Sporting, um grande rival, mas vamos encará-lo como se se fosse qualquer outra equipa do campeonato. Nós queremos muito chegar à final."

5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.