Record

Conceição responde a jogador da Roma: «FC Porto não é de topo europeu, é de topo mundial»

Treinador portista faz a antevisão ao encontro de terça-feira para a Champions

• Foto: José Gageiro/Movephoto
Sérgio Conceição desvalorizou as ausências de Corona (castigado) e Marega (lesionado) no embate desta terça-feira com a AS Roma, para a 1.ª mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Na conferência de antevisão ao encontro, em Itália, o treinador do FC Porto destacou a necessidade de haver consistência na sua equipa amanhã e sublinhou que passar esta eliminatória é um objetivo.

FC Porto está numa má fase? E análise à Roma
"Independentemente do meu passado como jogador aqui, importante é o jogo de amanhã, numa prova fantástica onde historicamente o FC Porto está habituado a estar. Estamos focados em dar uma resposta positiva."

Ausências de Corona e Marega e os 10-0 do Benfica ao Nacional
"Não há amarras nenhumas, sou pago para encontrar soluções. As lesões fazem parte e tenho de arranjar soluções. Nunca me ouviram dizer que este ou aquele resultado aconteceu por dada ausência. 10-0? O nosso jogo é amanhã, isso é que é importante."

Que galões são precisos puxar?
"Foi importante a experiência do ano passado. Temos de ser inteligentes nos 180 minutos e na abordagem ao jogo. Sermos fortes e consistentes como equipa, ser sólido será muito importante amanhã. O nome do adversario é importante, pois está num quadro competitivo acima da média. O melhor do mundo joga aqui, num campeonato exigente. Estamos prontos para o desafio de amanhã."

Calhar com a Roma em sorteio foi positivo?
"Ouvi Pellegrini [n.d.r.: jogador da Roma] dizer há pouco aqui que o FC Porto é uma excelente equipa mas não de topo europeu. De facto não é, o FC Porto é de topo mundial. No plano teórico podemos dizer muita coisa mas o que conta é amanhã e depois no Dragão. No fim alguém irá esfregar as mãos. È preciso andamento, pernas e um conjunto de características que aproximam as equipas."

Objetivo é chegar mais longe esta época?
"Sim, o objetivo é passar aos 'quartos'. A Roma é uma equipa com jogadores muito interessantes. Disseram aqui que era o terceiro melhor ataque da Serie A e isso não é coisa pouca, num campeonato tão exigente. Temos de ser a equipa que somos nas provas internas. Cabe-nos a nós ir à procura da baliza adversária e marcar, o que seria importante amanhã aqui."

Jogo especial?
"Não há sentimento especial por defrontar a Roma por ter jogado na Lazio. Sentimento especial sim por ter o símbolo do FC Porto ao peito. Sinto orgulho em representar um clube tão grande. Declarações de Totti? Ou pela simpatia ou antipatia por eu ter ganho aqui seis títulos em dois anos. Não sei, talvez."

Castigo a Corona
"Não sei como a UEFA faz para avaliar os pensamentos do jogador. É-me dificil entender isso... não compreendo esse castigo ao Corona, porque seria mais uma solução."

Introdução do VAR na fase a eliminar da Champions?
"Não falo de arbitragem, nem na Europa."

Fiorentina-Roma (7-1)
"São jogos que acontecem, casos isolados numa época. Não tiramos exemplo desse jogo. Vimos uma equipa muito competitiva com qualidade individual e coletiva."

Dificuldades de Marcano na Roma
"Treinei-o o ano passado aqui, é um excelente profissional e um ser humano fantástico. Não faço ideia do porquê de não se afirmar. O que conheço dele é que pode jogar em qualquer equipa italiana. Tem imensa qualidade e é um ser humano do qual gosto muito. Tenho o Marcano como um jogador acima da média. Depois há vários fatores... Mas não estou dentro do dia a dia dele."
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas