Corona mostrou atributos

Inverter a tendência

• Foto: Manuel Araújo

Um dos fatores que pode ajudar o FC Porto a dar uma sapatada nos seus baixos índices de concretização prende-se com a motivação extra que alguns dos seus jogadores trouxeram das partidas realizadas pelas suas seleções durante a recente pausa competitiva dos clubes.

À cabeça deste grupo de elite está Corona, que marcou dois tentos pelo México, um em cada uma das partidas que os tricolores realizaram diante do Canadá. Além do mexicano, também Rúben Neves, Brahimi e Suk festejaram golos em nome próprio. Assim, percebe-se que, do trio ofensivo mais utilizado no FC Porto esta época, Aboubakar foi mesmo o único elemento que não conseguiu marcar – ficou em branco nos 90 minutos realizados ao serviço dos camarões. Por curiosidade, diga-se que Layún também fez justiça ao seu ponto forte, assistindo um companheiro para golo ao serviço do México.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0