Danilo: «Este próximo jogo é muito importante»

Receção ao V. Setúbal determinante para pôr cobro a uma série de três encontros sem ganhar

• Foto: José Gageiro / Movephoto

Pelo discurso de Sérgio Conceição e dos seus jogadores no final do jogo de Roma, o grupo aparentemente saiu mais frustrado pelo resultado do que pela exibição. No entanto, essa perceção só será mais palpável quando a equipa entrar em campo depois de amanhã, para defrontar o V. Setúbal, no regresso ao campeonato.

É aí que está o grande foco dos azuis e brancos, que vêm de dois empates consecutivos na Liga NOS e uma derrota na Liga dos Campeões. Danilo Pereira, um dos elementos mais experientes do plantel, assumiu o significado que tem vencer os sadinos. "Sim, será um jogo muito importante, até porque estamos a falar do campeonato, que é o nosso principal objetivo. Além disso, também já não ganhamos há duas jornadas e, como tal, será importante para dar a volta por cima", referiu o médio, de 27 anos.

Tendo agora o Benfica a um ponto de distância e o Sp. Braga a dois, o internacional português não tem problemas em admitir que a pressão aumentou de forma significativa. "Sente-se sempre, porque são rivais diretos. Estavam atrás de nós alguns pontos, infelizmente encurtaram e, por isso, acaba por se sentir essa perseguição. Da mesma forma que eles esperam que percamos pontos em cada jogo que fizermos, nós também desejamos o mesmo", fez questão de vincar.

Não obstante o facto de o FC Porto ter perdido gás nos últimos jogos (não tinha um ciclo de três encontros consecutivos sem vencer desde finais de 2017), Danilo Pereira não vê aqui motivo para se falar em quebra de rendimento da equipa. "Acho que não. É simplesmente uma fase pela qual todas as equipas passam ao longo de uma temporada. Infelizmente somos nós que estamos a passar por ela, numa fase crucial da época, em que se decide muita coisa, mas vamos sair deste momento. De que forma podemos dar a volta a este momento? Com vitórias. Quanto mais rápido a conseguirmos, mais rapidamente sairemos deste momento", rematou.

«Sinto-me bem fisicamente»

O duelo de terça-feira foi o segundo que Danilo cumpriu a titular desde que regressou à competição, após a lesão no tornozelo, e mostrou que o médio está a recuperar a forma que fez dele um dos jogadores mais influentes da equipa. Além de ter sido o habitual farol do meio-campo, o subcapitão subiu à área da Roma para criar uma das melhores situações de golo para os dragões.

Nesse sentido, o experiente médio considerou positiva a sua atuação no Olímpico de Roma. "Sinto que estou bem fisicamente. Aguentei bem o jogo, que foi muito exigente em termos físicos", destacou. Os portistas fizeram a maior parte do jogo com dois elementos no centro do terreno (Danilo e Herrera) contra o trio da Roma formado por De Rossi, Pellegrini e Cristante, o que obrigou a um grande desgaste.

Danilo cumpriu em Roma o seu 25º jogo da época, procurando ainda o primeiro golo. A temporada 2011/12, no Parma, foi a derradeira em que o português ficou com a folha de concretização a zero, ele que já marcou tentos importantes pelo FC Porto.

Por Rui Sousa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.