Depoitre e Adrián López longe das contas

Não têm sido opção

• Foto: Manuel Araújo

Cedo se percebeu que Nuno Espírito Santo queria ensaiar uma estrutura ofensiva para o ataque do FC Porto que contemplasse André Silva ao lado de um outro avançado-centro. O seu companheiro atual, Diogo Jota, tem ganho espaço no posto e os concorrentes diretos foram perdendo cada vez mais protagonismo nas partidas.

Adrián López é o caso mais paradigmático, na medida em que foi incluído no onze em Leicester, na 2ª jornada da Liga dos Campeões, e daí para cá não mais fez parte sequer de uma ficha de jogo. Pelo seu lado, Depoitre foi titular pela última vez em Tondela e desde esse jogo conta apenas outro como suplente utilizado – e um golo – diante do Gafanha. Lembre-se que mesmo em duelos nos quais o FC Porto esteve sob pressão até ao final para conseguir um golo vitorioso – em Bruges e em Setúbal –, o ponta-de-lança não saiu do banco.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.