É preciso o maior milagre de sempre

Reviravolta sem paralelo

• Foto: EPA

Para o FC Porto seguir em frente para os quartos-de-final da Liga dos Campeões terá de operar o maior ‘milagre’ de sempre das fases a eliminar da prova. Nunca uma equipa recuperou de uma diferença de cinco golos numa 2ª mão.

O melhor exemplo para os dragões é até bastante recente e foi dado pelos espanhóis do Barcelona. Na temporada passada, nos oitavos-de-final, os catalães foram derrotados pelo Paris Saint-Germain por 4-0, no Parque dos Príncipes, acabando por seguir em frente depois de baterem os franceses por 6-1 em Camp Nou, a reviravolta mais épica da história da competição.

Depois desta espécie de ‘milagre’ operado por Messi e companhia, onde se incluía ainda Neymar, há uma série de 16 equipas que conseguiram dar a volta a uma desvantagem inicial de três golos. Entre eles contam-se clubes espanhóis, franceses, ingleses e alemães, por exemplo, mas nenhum português.

Por aqui se percebe também a tarefa hercúlea que Sérgio Conceição e os seus comandados têm hoje pela frente.

3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.