Espanhóis revelam maldição que persegue Casillas desde sempre

Um dado peculiar à atenção de Sérgio Conceição

• Foto: José Gageiro / Movephoto

O jornal 'AS' deu conta esta segunda-feira, na ressaca da derrota do FC Porto na final da Allianz Cup, de uma espécie de maldição que persegue Iker Casillas desde sempre. Basicamente, de acordo com os dados apresentados, sempre que um treinador coloca o guardião como suplente numa decisão... acaba por perder.

A história começa no Real Madrid, com Vicente Del Bosque, na Taça do Rei de 2002, com uma derrota do Real Madrid diante do Deportivo; passa para Carlos Queiroz, na mesma Taça do Rei, mas em 2003/04, num desaire ante o Saragoça; e prossegue para José Mourinho, em 2013/14, na mesma competição.

Cumprida a etapa espanhola, Casillas transportou essa suposta maldição para o nosso país, já que o FC Porto perdeu as duas finais que disputou tendo Casillas como suplente: primeiro na Taça de Portugal em 2015/16, com José Peseiro enquanto treinador, e recentemente na Allianz Cup, com Sérgio Conceição no comando técnico.

Agora, e sabendo da existência desta estatística, irá Conceição mudar de ideias no dono da baliza nas Taças (esse estatuto tem sido repartido entre Vaná e Fabiano) caso consiga apurar-se para a final da Taça de Portugal?

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas