FC Porto e as declarações de Seixas da Costa a Conceição: «Desqualificam mais quem as proferiu do que quem foi alvo»

Dragões reagiram em comunicado e consideraram "inaceitáveis" os comentários do ex-secretário de Estado

O FC Porto reagiu, esta segunda-feira, às declarações de Seixas da Costa, antigo secretário de Estado, que chamou "javardo" a Sérgio Conceição. Num comunicado publicado nos meios oficiais, os dragões consideraram "inaceitáveis" os comentários do ex-diplomata, considerando que os mesmos constituem "mais um fator de desprestígio das elites políticas portuguesas".

Já ontem, o diplomata português aposentado admitiu que "exagerou". "Gerou-se por aí uma indignação 'azul' pelo facto de eu ter qualificado o comportamento do treinador do Futebol Clube do Porto, numa reação instantânea no Twitter, com palavras duras e que, com serenidade, reconheço que foram exageradas. Confesso que, de há muito, me desagrada bastante o modo como figuras de relevo do nosso futebol se comportam em público, dando mostra de uma imensa falta de respeito pelos adversários, servindo de exemplos negativos que ajudam à degradação do nosso futebol. A minha reação, neste caso particular, como já aconteceu face a atitudes de pessoas de outros clubes, entre os quais o meu próprio clube, foi a expressão extrema dessa minha indignação. Mas não me custa reconhecer que os termos não terão sido os mais felizes", considerou Seixas da Costa, agora numa publicação no seu blogue.

Leia o comunicado do FC Porto na íntegra

"A Administração da FC Porto, Futebol SAD repudia veementemente as declarações de Francisco Seixas da Costa, antigo embaixador e secretário de Estado dos XIV e XV Governos Constitucionais, que recorreu ao Twitter para descrever Sérgio Conceição como "um javardo", assim como todos "os adeptos do FCP que se reveem no seu estilo". Se declarações deste género são inaceitáveis em qualquer contexto e seja qual for o seu autor, tornam-se mais graves quando quem as profere é uma figura com as responsabilidades públicas que Francisco Seixas da Costa já assumiu em diversas ocasiões. Por esse motivo, estas palavras desqualificam mais quem as proferiu do que quem foi alvo dos insultos, para além de constituírem mais um fator de desprestígio das elites políticas portuguesas".

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas