FC Porto queixou-se sem razão: Luís Gonçalves só esteve 12 dias suspenso

Diretor-geral da SAD portista poderia ter ido para o banco desde o dia 14 de dezembro

• Foto: Simão Freitas

Luís Gonçalves, diretor-geral da SAD portista, ainda não cumpriu a totalidade dos 15 dias de suspensão que lhe foram aplicados pelo Conselho de Disciplina (CD), na sequência do processo disciplinar aberto pela expulsão no clássico com o Benfica de dia 1 de janeiro.

Apesar das queixas do FC Porto, expressas num tweet do diretor de comunicação Francisco J. Marques, a verdade é que os regulamentos prevêem que suspensão preventiva nestes casos não se prolongue por mais de 12 dias. Como o castigo foi decidido na última sexta-feira, faltavam mais três dias, que terminam esta segunda-feira - e isso impede o dirigente de estar no banco no Estoril.

Luís Gonçalves foi expulso no dia 1 de dezembro, por palavras dirigidas à equipa de arbitragem liderada por Jorge Sousa após o jogo com o Benfica. Ficou suspenso preventivamente a partir do dia 2 e o CD ordenou a abertura de um processo disciplinar na reunião seguinte, ocorrida no dia 5.

De acordo com o ponto 3 do artigo 41º do Regulamento Disciplinar da Liga, a suspensão preventiva cessa no prazo de 12 dias caso não haja uma decisão. Logo, Luís Gonçalves estava livre para voltar para o banco no dia 14 de dezembro. Apesar disso, tal não aconteceu e o dirigente não voltou a ser incluído nas fichas de jogo dos dragões entretanto.

No dia 5 de janeiro, o diretor-geral portista confessou a infração que lhe era imputada e, como está no regulamento, a moldura penal foi reduzida a metade (de 1 mês a 1 ano de suspensão passou a 15 dias a 6 meses). No dia 12, a última sexta-feira, foi conhecida a decisão: foi punido com a pena mínima. Como só tinha cumprido 12 dias, teria de ficar mais três de fora, a contar a partir do dia seguinte (sábado). Logo, só segunda-feira terá cumprido todo o castigo.

Por Sérgio Krithinas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.