Francisco J. Marques: «99% dos emails que recebi eram lixo ou informação pessoal»

Diretor de comunicação do FC Porto ouvido em tribunal

• Foto: Ricardo Jr

Francisco J. Marques garantiu desconhecer quem lhe enviou os emails do Benfica que acabaria por revelar no Porto Canal. Na sua audição, esta quarta-feira, na 5.ª e última sessão do julgamento da ação do Benfica contra o FC Porto devido à divulgação da correspondência eletrónica encarnada, o diretor de comunicação dos dragões explicou como tudo se processou.

"Não sei quem me enviou os emails, se era homem, mulher, novo ou velho. Troquei emails com essa pessoa e tratei de avaliar se a informação era fidegigna. Cruzei com a cartilha e com o que muitos comentadores televisivos diziam", começou por dizer, acrescentando que recebeu emails em três 'levas', entre abril e junho de 2017, mas ressalvando: "99 por cento dos 19 gigabytes que recebi eram lixo ou informação pessoal que não revelámos."

J. Marques explicou ainda que "comunicou à SAD do FC Porto mas que a divulgação" dos emails partiu de si e de Diogo Faria. "Para além dos emails, [o pirata informático] disse-me que tinha coisas complicada sobre a justiça", revelou o diretor de comunicação dos campeões nacionais.

Refira-se que nos próximos 10 dias os advogados terão de fazer as alegações finais. A sentença será proferida até 20 de maio.

Por Pedro Malacó
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Grupo dá força a Fábio Silva

Golo histórico abriu sorrisos em todo o plantel, que reconhece o trabalho do jovem. Motivação extra pode ser fulcral no futuro

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.