Francisco J. Marques: «Alguns árbitros decidiram entregar o título ao Benfica»

Diretor de Comunicação do FC Porto deixou duras críticas às arbitragens na Feira, em Braga e em Vila do Conde

• Foto: Movenotícias

Francisco J. Marques teceu duras críticas à arbitragem de Hugo Miguel no Rio Ave - Benfica, mas também às prestações de Tiago Martins no Sp. Braga - Benfica e de João Pinheiro no Feirense - Benfica. O diretor de comunicação do FC Porto voltou ao Universo Porto - da Bancada e não deixou passar em claro os casos polémicos nos jogos das águias, considerando que estas arbitragens "são uma vigarice".

"Alguns senhores árbitros decidiram entregar o título de campeão ao Benfica. Chamam-se João Pinheiro, Tiago Martins, Bruno Esteves, Luís Godinho, Bruno Paixão, Hugo Miguel, são os árbitros das três saídas do Benfica. Nestas três saídas, na Vila da Feira, em Braga e em Vila do Conde, houve nove lances de polémica, nove decisões polémicas. Foram todas decididas a favor do Benfica. Não há nestes três jogos um lance de dúvida que tenha sido em desfavor do Benfica. Estamos a falar de um golo retirado ao Feirense, que dava o 2-0, sem razão aparente, do penálti do Pizzi, que é muito duvidoso e que foi decidido a favor do Benfica. Há um lance na área do Benfica, de um suposto penálti, que não é assinalado. Mais uma vez, a favor do Benfica. Em Braga, com o jogo em 0-0, o lance que dá o empate ao Benfica é menos grave que um lance de pé em riste ativo sobre o Paulinho", começou por dizer, prosseguindo com as críticas.

"Mais tarde, árbitro e VAR viram o que mais ninguém viu, uma falta sobre o João Félix. Foi assinalado penálti a favor do Benfica. Mais uma vez, na dúvida, e este nem sequer é de dúvida, foi decidido a favor do Benfica. Mas este árbitro e o VAR já não conseguiram ver o pisão do João Félix. Significava o segundo amarelo. Mais um lance polémico decidido a favor do Benfica. O segundo penálti neste jogo a favor do Benfica é de discussão, mas decidiu-se mais uma vez a favor do Benfica. E finalmente chegámos ao jogo de Vila do Conde. Há um lance na área do Benfica que não é assinalado e no contra ataque há um golo que é decidido a favor do Benfica. Não há uma decisão contra o Benfica. Foram todas. Quem são os autores, os responsáveis por estas decisões que adulteram a verdade do campeonato? São os árbitros. E quem os nomeou", referiu, apontando o dedo ao Conselho de Arbitragem.

"Todos estes árbitros têm um passado e esse é pró-Benfica. Quando decidem nomear estes árbitros estão a ajoelhar perante o Luís Filipe Vieira por causa do que foi dito na meia-final da Allianz Cup. Há um antes e depois. O CA interveio? Sim senhor. Os árbitros intervieram? Sim senhor. E foram decisivos. Nos 18 jogos perdeu 13 pontos, nos 15 jogos seguintes perdeu dois. Jogavam bem? Com certeza que há uma parte que sim, mas há outra que não. Vimos os jogos em Braga, Feira e Vila do Conde. Em Braga, a segunda parte foi de sonho? Não, há a intervenção do binómio Tiago Martins e João Pinheiro. Decisões que alteram a verdade do jogo. Isto é grave", voltando à arbitragem do jogo frente ao Rio Ave.

"Em Vila do Conde, ou estes senhores não sabem as regras ou validaram o golo de propósito. Se foi de propósito, a justiça tem de atuar e terão de ser julgados e condenados. Se não fizeram, não podem ser árbitros. Não é um lance de dúvida. Não há um argumento em defesa deles. O jogador está em fora-de-jogo e depois vai marcar em recarga. Até ouvimos uma teoria da cartilha... O que é que aconteceu para além do que é público nas chamadas do Luís Filipe Vieira para esta mudança? Todas as saídas da 2.ª volta têm casos. O que aconteceu na ponta final do campeonato? O FC Porto foi muito prejudicado em Vila do Conde com dois penáltis muito evidentes. A mão não marcada em Vila do Conde é bem mais evidente que a marcada em Braga no mesmo fim-de-semana. Andamos a brincar? Há uma equipa que tem um regime de exceção. Este jogo em Vila do Conde foi uma vergonha. Nestes lances e nestes jogos o grande prejudicado foi o FC Porto. Estes prejuízo são sempre contra o mesmo. Isto é uma vigarice inaceitável", considerou.

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.