Francisco J. Marques: «As transmissões da BTV são uma vigarice»

Diretor de Comunicação do FC Porto pede ação das autoridades do futebol

• Foto: Movenotícias

Francisco J. Marques utilizou o seu espaço no program Universo - Porto da Bancada para deixar fortes críticas às transmissões dos jogos caseiros do Benfica, as quais, no seu entender, "são uma fraude".

"É a maior vergonha atual do futebol português. As transmissões na BTV são absolutamente facciossas, adulteram a perceção que se tem do jogo. Quando são lances do Benfica dão todas as repetições possíveis e imaginárias. A BTV está a adulterar a visão que temos dos jogos. Chegamos ao ponto de ouvir o exercito de cartilheiros dizer nos programas que não dá repetições de lances nos jogos do FC Porto", começou por dizer, subindo de tom logo a seguir e pedindo a intervenção das autoridades do futebol.

"Isto é uma vigarice. Esta vigarice não só acontece há muito tempo, como piora. Este jogo do Rio Ave foi escandaloso. Fiquei escandalizado. Como é que as autoridades do futebol não se preocupam com isto? Como é que isto é permitido? A Liga e os clubes não podem aceitar isto. Como é que há a desfaçatez e a falta de ética do Benfica ao fazer isto? Quem faz isto é capaz de fazer tudo o resto, como nós sabemos. A atitude do Benfica nas transmissões dos jogos de futebol é a mesma de tudo resto: são trapaceiros. Porque não mostram os lances dos adversários? Todos nos lembramos do jogo Benfica - FC Porto de lances de dúvida que não foram esclarecidos. Fica muita suspeita. O Benfica faz isto em seu benefício. Não querem que conheçamos a verdade, parece que a escondem. Como é que a Liga, os outros clubes, a Federação permitem que isto aconteça? Isto é terceiromundista", apontou.

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.