Record

Francisco J. Marques: «Benfica vai sentar-se no banco dos réus pelo desvirtuamento da verdade desportiva»

Diretor de Comunicação do FC Porto aponta omissões na nota emitida por parte do rival

• Foto: Reuters
Face à nota emitida pelo Benfica tarde desta sexta-feira, relativa à condução para julgamento do processo interposto pelos encarnados aos dragões pela divulgação dos emails, Francisco J. Marques reagiu através do Twitter e apontou algumas omissões por parte do rival.

"O que o lampiões diário não diz é que o Benfica pediu para o julgamento não ser público, o que foi recusado, e que o juíz aceitou a junção e valoração dos e-mails, contra vontade do Benfica, que se vai sentar no banco dos réus pelo desvirtuamento da verdade desportiva", revelou o Diretor de Comunicação do FC Porto.

Esta 'troca de galhardetes' surge na sequência da audiência preliminar que aconteceu na manhã desta sexta-feira, no Juízo Central Cível do Porto, e da qual, ao fim de cerca de hora e meio de encontro, não saiu qualquer acordo entre ambas as partes. Por essa razão, o processo respeitará os trâmites normais e seguirá para julgamento.

O Benfica, recorde-se, pede o pagamento de uma indemnização no valor de 17,7 milhões de euros, uma medida à qual o FC Porto já reagiu com a execução de uma reconvenção - soliticação de indemnização em sentido contrário -, cujos valores não sai ainda conhecidos.

Eis a reação de Francisco J. Marques:




Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas