Francisco J. Marques e a decisão no E-toupeira: «Pelos vistos, crime é desmascarar criminosos»

Diretor de Comunicação do FC Porto reagiu nas redes sociais

"Quando alguém corrompe alguém em benefício de ninguém. Em Portugal, pelos vistos, crime é desmascarar criminosos."

Foi desta forma que Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, reagiu à decisão do Tribunal da Relação de Lisboa, conhecida esta quarta-feira, em não levar a SAD do Benfica a julgamento no caso E-toupeira', mantendo a decisão instrutória da juíza Ana Peres, do Tribunal Central de Instrução Criminal.

"Não merece provimento o recurso do Ministério Público e do assistente Perdigão na parte em que pretendiam a pronúncia [julgamento] da Benfica SAD como coautora de todos os crimes imputados", referiu uma fonte do TRL à agência Lusa.


Também Fernando Madureira, líder dos Super Dragões, já reagiu à decisão do tribunal em não levar a SAD do Benfica a julgamento.



Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Nakajima chocou Conceição

Falta de empenho levou a sério aviso público do treinador, que até o deixou ir ao Japão e falhar o duelo da Luz

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.