Francisco J. Marques: «Vieira serve-se do facto de ser presidente do Benfica para obter vantagens»

Diretor de comunicação do FC Porto diz que o clube encarnado está necessariamente envolvido

• Foto: MOVENOTICIAS

Francisco J. Marques afirmou que o Benfica está necessariamente envolvido na Operação Lex pelo facto de Luís Filipe Vieira, arguido no processo, retirar, segundo o diretor de comunicação do FC Porto, proveito do facto de ser presidente das águias.

"A ser verdade o que tem sido dito, é especialmente grave. O Benfica tem procurado passar a ideia de que isto é do cidadão Vieira e que não envolve o clube mas isso é falso. Se oferece contra-partidas por determinados favores, como a presidência da Fundação Benfica e na universidade do clube, isso são coisas do cidadão Vieira enquanto presidente do Benfica. Vieira serve-se do facto de ser presidente do Benfica para obter vantagens e o Benfica está envolvido", afirmou no programa 'Universo Porto da Bancada', no Porto Canal.

De resto, J. Marques fez questão de recordar o 'historial' do rival nos últimos dois anos e meio: "Começou com uma visita da Polícia Judiciária em agosto de 2015 por causa Porta 18; em outubro de 2016 voltou por causa dos vouchers; em outubro de 2017 foi por causa dos emails e agora em janeiro por causa desta trapalhada que envolveu Rangel e outras pessoas, nomeadamente o presidente e o vice-presidente do Benfica. Toda a gente percebe hoje em dia a expressão polvo, que ultrapassa o âmbito desportivo, compromete pessoas de vários sectores da sociedade e não tenho dúvidas de que há práticas irregulares, mas compete às autoridades decidir se é crime ou não. No caso da Porta 18 chegaram e uma pessoa do Benfica vai mesmo cumprir prisão. Vieira é a principal cabeça do polvo e transversal a estes casos todos."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.