Herrera foi associado esta quarta-feira ao Milan. As informações, com origem em Itália, garantem que o mexicano está numa lista de potenciais reforços dos rossoneri, embora a sua efetiva mudança seja, por agora, pouco provável. O Milan encontra-se numa situação delicada, obrigado a cumprir um plano de reequilíbrio financeiro e, antes de comprar, tem de vender. A recente entrada no clube do fundo Elliott Edge, que tomou conta da empresa proprietária do Milan do antigo dono Li Yonghong, vai garantir um encaixe de 50 milhões de euros... mas só para estabilizar as suas finanças.