Hulk recorda caso do túnel da Luz: «Não desejo a nenhum jogador o que me aconteceu»

Brasileiro continua sem perceber o castigo de 18 jogos

Mais de uma década depois, Hulk continua sem perceber o que aconteceu para que tivesse sido vítima de uma castigo tão pesado na sequência dos incidentes ocorridos no túnel da Luz, em 2009. Em declarações à FC Porto TV, o brasileiro recordou esse episódio e não o deseja a nenhum jogador.

"O que aconteceu no túnel é frequente, as discussões... até hoje não consegui entender o que fizeram comigo e com o Sapunaru, três meses, 21 jogos de castigo, foi muita coisa, quase uma época inteira. A sorte foi o FC Porto ter uma equipa boa e fazer muitos jogos em todas as competições, e assim ainda deu para jogar, mas mesmo assim foi duro ficar 18 jogos de fora, depois fui absolvido. Não entendi até hoje. Desde que voltei a jogar nessa altura até 2012, acho que não perdi nenhum jogo do campeonato. Essa situação fortaleceu-me. Não desejo a nenhum jogador o que me aconteceu, Deus é tão bom, já que depois a tive oportunidade de voltar ao mesmo estádio e ganhar um título inédito, comigo a marcar", lembrou Hulk, que fez um tento na Luz, na vitória que deu o título em 2010/11. Um golo de penálti que ficou guardado na memória.

"Quando fui marcar o penálti só me passava a imagem do túnel, só pensava que tinha que fazer aquele golo. Tinha a confiança que iria marcar, porque só podia dar certo", rematou.

Por Rui Sousa
13
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0