"Jogadas de avaliação dúbia" e antijogo do Marítimo sem "surpresa": FC Porto avalia derrota

Dragões perderam em casa (2-3)

• Foto: José Gageiro/Movephotos

O Marítimo fez história ontem no Estádio do Dragão: primeiro triunfo dos madeirenses para o campeonato no historial dos 41 jogos disputados em casa do FC Porto (2-3). Este domingo, avaliando o encontro que contou com arbitragem de Rui Costa, os dragões avaliaram o jogo e apontaram ao "antijogo" do Marítimo.

"Segundo o treinador, o resultado explica-se pela falta de 'eficácia defensiva' aliada à 'passividade com bola' da primeira parte e ao desperdício de oportunidades da segunda. Houve também 'vários lances que deixaram muitas dúvidas', num encontro inevitavelmente marcado pelo antijogo praticado pelo Marítimo, que não constituiu surpresa. Entre as jogadas de avaliação dúbia que podiam ter contribuído para outro resultado conta-se um possível golo de Sérgio Oliveira, em que não é claro se a bola ultrapassou ou não completamente a linha de baliza. Menos dúvidas oferece a irregularidade da defesa de Amir a um penálti cobrado por Alex Telles: no momento do remate, o guarda-redes não cumpria a regra de ter pelo menos um dos pés sobre a linha", pode ler-se na newsletter 'Dragões Diário'.

O resumo do FC Porto-Marítimo: golos, casos e outros lances

Por Record
58
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.