José Fernando Rio não altera critérios polémicos: prémios na SAD são para manter

Candidato da lista C quer um diretor desportivo para ligar administração à equipa técnica

• Foto: Nuno Fonseca / Movephoto

José Fernando Rio apresentou o seu programa eleitoral, sob o título ‘Mudar para vencer’, e é com ele que pretende apelar ao voto da maioria dos sócios do FC Porto nas eleições agendadas para os dias 6 e 7 de junho. Entre os vários pilares que sustentam a sua candidatura, estão a recuperação da "liderança do futebol português", através de uma "alta performance desportiva" e dos frutos retirados dos "escalões de formação", bem como a reestruturação financeira do FC Porto.

O candidato da lista C está preocupado com uma "deterioração do capital próprio do grupo FC Porto sem precedentes desde a criação da SAD, em 1997", e para isso tem várias propostas em cima da mesa. Uma delas tem a ver com um corte radical nas despesas, visando desde logo a administração, com uma redução salarial, o mesmo acontecendo com os jogadores. Para além disso, José Fernando Rio pretende que a "performance desportiva tenha impacto direto na remuneração variável da administração", ou seja, no que respeita à "atribuição de prémios monetários dependentes da conquista de competições desportivas". "A performance financeira tem de ser recompensada, mas só se estiver aliada à performance desportiva. Por muito boas que sejam as contas, numa época em que o FC Porto não ganhe o título ou uma competição europeia, não há prémios para ninguém. Tem de haver ligação entre resultados financeiros e desportivos", explicou Rio, em entrevista à página Superportistas,propondo, essencialmente, manter os critérios já existentes e que geram polémica.

Outra anúncio feito pelo candidato da lista C teve a ver com a criação de um novo cargo na estrutura do futebol. "Vou implementar a figura de diretor desportivo, porque é importante na estrutura do futebol que exista esse quadro intermédio, entre SAD e equipa. Já falei com muita gente, com grandes profissionais que já passaram pelo FC Porto, como jogadores, técnicos, alguns foram até capitães. Sei bem o que é preciso para ocupar esse lugar. É uma peça fundamental, é preciso articular a relação entre SAD e equipa técnica, organizar tudo o que é scouting", destacou.

3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.