Maicon sai apenas com dinheiro à vista

Sem ‘desconto’

O FC Porto não vai fazer descontos por Maicon, através da inclusão de jovens valores numa eventual venda do central, de 27 anos, para outro clube. Tal como noticiámos na nossa edição de ontem, os dragões não estão interessados em receber Lyanco e Inácio do São Paulo como moeda de troca pela saída do central brasileiro e, segundo as mais recentes informações, esta intenção é válida para qualquer emblema que pretenda adquirir Maicon a título definitivo, quando terminar o seu período de empréstimo ao São Paulo, a 30 de junho.

A SAD pretende capitalizar o estatuto e o trajeto do defesa-central no futebol europeu, no qual se foi valorizando sucessivamente ao serviço do FC Porto desde 2008. Há duas semanas, quando o interesse do São Paulo na contratação definitiva de Maicon começou a ser ventilado, a imprensa brasileira noticiou que os dragões teriam fixado os 12 milhões de euros como o valor exigido pelo clube para libertar o defesa e, de acordo com o que apurámos, esta é uma verba que efetivamente vai ao encontro das expectativas da administração da sociedade.

Note-se que, no caso do São Paulo, o clube brasileiro está não só interessado em adquirir Maicon mas também Kelvin, que, no seu caso, se encontra emprestado até ao dia 31 de dezembro.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.