Miguel Layún: «Não jogar deixa-me inquieto»

Defesa dos dragões partilha o seu estado de espírito à imprensa mexicana

• Foto: Reuters

Ainda que Sérgio Conceição refira amiúde que custa-lhe deixar jogadores de fora da convocatória, a verdade é que a fava tem calhado com maior frequência a Miguel Layún. O lateral mexicano, de momento ao serviço da sua seleção, deu uma entrevista na qual assumiu o desconforto pela pouca utilização que tem tido numa época que antecede o Campeonato Mundial.

"Não jogar deixa-me inquieto. A única coisa que posso fazer é trabalhar como tenho feito durante a semana e esperar uma nova oportunidade para tratar de seguir a somar. No final, esta é uma carreira curta e quero tratar de aproveitar cada momento ao máximo. O atual não é tão positivo, mas trato de aprender com esta situação que estou a viver para quando surgir uma oportunidade estar melhor preparado", confessou o defesa à emissora televisiva 'Univision'.

Miguel Layún também abordou um tema quente que envolve o clube e a seleção que representa. Tudo começou quando o selecionador Juan Carlos Osorio afirmou que traçava um plano de preparação individual para os jogadores menos utilizados cumprirem nos seus clubes, dando Diego Reyes como exemplo. Ao deparar-se com essas declarações, Sérgio Conceição ficou irado e achou isso "ridículo". Pela parte que lhe toca, Miguel Layún tratou de pôr água na fervura.

"No FC Porto temos trabalho individual para otimizar as nossas virtudes físicas e para tentar fortalecer o que nos falta. Neste caso é simplesmente isso. Há coisas que podemos melhorar e que não são detetadas. Se é algo complementar ao que é feito nos nossos clubes, se é algo que nos pode acrescentar em relação àquilo que o clube espera de nós, eu creio que é bem-vindo", salientou o lateral.

Por Nuno Barbosa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.