Militão só sai a pronto

SAD quer os 50 milhões da cláusula de rescisão limpos e que o Real Madrid pague encargos

• Foto: José Gageiro / Movephoto

Éder Militão vai ser mesmo jogador do Real Madrid e apenas as derradeiras afinações no acordo entre FC Porto e o gigante espanhol levam a que o processo ainda não esteja encerrado. Segundo foi relatado no Brasil, pelo UOL Esporte, os dragões pretendem receber os 50 milhões de euros da cláusula de rescisão limpos, sem terem de a partir daí fazer descontos para os encargos da operação, o que redundaria num corte da receita final.

Em concreto, continua a ser garantido pela imprensa brasileira, sem desmentido do clube envolvido, que o São Paulo tem direito a 10% de uma futura transferência de Militão. Entre essa participação nos direitos económicos e os 3% do mecanismo de solidariedade que lhe cabem, os tricolores paulistas têm a expectativa de lucrar mais 6,5 milhões de euros com a venda do defesa.

Isto já depois de terem encaixado 4 milhões pela vinda do jogador para Portugal, numa altura em que se encontrava em final de contrato e poderia mudar-se a custo zero no início do novo. O FC Porto aceitou pagar para se adiantar à concorrência, da mesma forma que o Real Madrid poderá chegar-se à frente com os valores adicionais ao pagamento aos azuis e brancos no sentido de consolidar a sua antecipação em relação aos outros tubarões europeus que estão de olho em Militão.

Recorde que mesmo os principais jornais de Madrid, a ‘Marca’ e o ‘AS’, já trabalham este dossiê como um negócio que o Real tem perfeitamente controlado.

Por José Miguel Machado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.