Nélson Puga: «Futebol adotou medidas antes do Governo»

Responsável clínico do FC Porto falou sobre combate ao coronavírus

Nélson Puga, diretor do departamento de saúde do FC Porto, considera que as medidas que estão a ser tomadas em Portugal para travar a progressão do Covid-19 são "essenciais" e frisa que o futebol jogou em antecipação, mesmo antes do Governo.

"A esperança está em conter a progressão da doença e todas estas medidas que agora foram adotadas eram essenciais. No meu entender, já deviam ter sido adotadas, aliás, de acordo com aquilo que o futebol fez. O futebol adotou as medidas um bocadinho antes daquilo que foram as medidas adotadas pelo Governo. Apesar de tudo, nós acabámos, como país, por adotar estas medidas restritivas um bocadinho antes daquilo que aconteceu em Itália e França, onde se registam os casos mais graves", sublinhou em entrevista ao site da Liga Portugal.

Numa altura em que o mundo enfrenta os efeitos da pandemia, Nélson Puga tem sido uma espécie de "linha de saúde 24 do FC Porto". "Tenho-me dedicado a toda a estrutura do FC Porto, que é uma estrutura muito grande. Se atendermos a todo o universo, são aproximadamente 600 pessoas, portanto, estou a fazer uma espécie de linha de saúde 24 do FC Porto e os restantes colegas a trabalhar para o Serviço Nacional de Saúde e a ajudar no combate a esta pandemia", sublinha.

O responsável clínico dos dragões explicou ainda como está a ser feito o acompanhamento do trabalho que os jogadores têm feito nas respetivas casas. O contacto pelas redes sociais é permanente e há instrumentos de controlo de carga para que o corpo clínico perceba o esforço que está a ser feito pelos atletas.

"A equipa técnica desenhou um plano individual de trabalho, que vai variando em função do microciclo semanal e nalguns jogadores são ajustadas algumas necessidades. Eles são monitorizados e a seguir reportam-nos aquilo que foi a sensação do esforço interno. Nós temos um report com uma monitorização de carga externa e monitorização de carga interna. Dessa forma, sabemos o impacto que a sessão de treino teve nos nossos jogadores. Mal acaba, recolhemos toda a informação e partilhamos a informação, entre nós e a equipa técnica", detalhou.

Nélson Puga considerou ainda que "há esperança" no controlo da pandemia e pediu que os portugueses cumpram as medidas que estão a ser adotadas. "Respeitem o isolamento social, sigam o exemplo que nós estamos a dar, através das redes sociais e através dos nossos jogadores e treinadores. Fomos dos primeiros a adotar essa medida. No princípio, havia muita gente que pensava que podiam ser exageradas, mas agora percebem que eram essenciais".

Por Mariana Béu
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.