Óliver: O projeto inacabado de Sérgio

Técnico tem especial atenção ao médio espanhol

• Foto: Movenotícias

Se são os jogadores que definem o modelo tático, também é verdade que aqueles têm de corresponder às dinâmicas coletivas para que a ideia geral de jogo subsista e cresça. Neste sentido, a evolução individual de Óliver foi preponderante para o crescimento da sua importância na equipa.

Trabalhando o espanhol a pensar nas necessidades coletivas, tal como o faz com todos os seus jogadores, Sérgio Conceição já fez questão de, no passado, vincar publicamente a capacidade de adaptação de Óliver. "Não tem a ver com o castrar o que ele tem de melhor, mas com um jogo cada vez mais veloz, mais intenso. O Óliver melhorou muito em alguns aspetos, nomeadamente no jogo sem bola. [...] Não é fácil para ele, essas características não são as dele, mas tem feito um trabalho magnífico nesse sentido", disse Conceição, em novembro.

Aquele golo que ainda lhe escapa

Nem só as tarefas defensivas têm preenchido a mente de Óliver Torres nos últimos meses de trabalho. Sérgio Conceição pretende que o médio melhore também as suas ações atacantes, nomeadamente no ataque a zonas de finalização. As dificuldades que o espanhol tem sentido para ser feliz neste capítulo percebem-se no registo de... zero golos marcados em época e meia. Aliás, esta temporada, Óliver, Danilo Pereira e Bruno Costa são mesmo os únicos jogadores azuis e brancos que atuam do meio-campo em diante ainda com a folha de faturação em branco.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.