Pepe: «Ainda não perdemos, quero deixar isso bem claro»

Central analisa o momento do FC Porto

• Foto: Lusa

O defesa central Pepe defendeu que mais relevante do que a experiência vai ser a atitude que o FC Porto na visita de terça-feira à Roma, na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões.

"O mais importante é o trabalho. Sermos o FC Porto habitual na Liga dos Campeões. Uma equipa que trabalha, unida dentro do campo. Com níveis de paixão muito grandes naquilo que faz e enorme entrega ao jogo. Independentemente da experiência, temos de ser aquilo que somos, uma equipa humilde, trabalhadora e competitiva em campo para poder conseguir os nossos objetivos", vincou.

Na antevisão do desafio no Estádio Olímpico da capital italiana, o experiente futebolista separou as águas da 'champions' e da Liga portuguesa, refutando qualquer tipo de mau momento da equipa após dois empates consecutivos, em Guimarães e Moreira de Cónegos, que a deixa só com um ponto de avanço sobre o Benfica e dois sobre o Sporting de Braga.

"É sempre bom ganhar, mas não perdemos. Ainda não perdemos, quero deixar isso bem claro. São competições completamente diferentes e o nosso foco está na Roma, num jogo bastante difícil. Quem entrar vai dar o seu melhor, trabalhar, tentar honrar a camisola do FC Porto para dar alegria aos nossos adeptos", prometeu.

Pepe sabe que a eliminatória será decidida no Dragão, contudo pretende levar já "uma vitória" na bagagem, apesar do "coletivo muito bom" que vê na Roma, uma equipa que "gosta de ter a posse de bola".

"Estamos preparados, focalizados no que temos de fazer em campo para poder tentar surpreender o nosso adversário", garantiu, assumindo a vontade de continuar a "ganhar muitos títulos" no clube de coração, no qual reencontrou o guarda-redes espanhol Iker Casillas com o qual foi várias vezes campeão da Europa pelo Real Madrid.

"É sempre bom encontrar um companheiro como o Iker, com quem trabalhei tanto tempo e ganhámos muitos títulos juntos. Espero poder dar seguimento a isso para continuar a ser feliz. Quando se ganha tudo é muito mais bonito", disse.

O atleta de 35 anos, que voltou ao FC Porto no mercado de inverno, garantiu estar "bem, forte", adaptado aos "níveis de exigência sempre altos" do clube.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas