Pepe: «Ser campeão no FC Porto é único»

O central recordou os melhores momentos no clube e o sentimento de triunfar em “casa”

• Foto: REUTERS

Pepe e Sérgio Oliveira foram protagonistas de uma iniciativa levada a cabo pelo FC Porto para aproximar ainda mais os adeptos dos jogadores e responderam a uma série de questões colocadas nas redes sociais do clube, algumas delas bem curiosas. Sérgio Oliveira está há mais anos ligado aos dragões, mas foi Pepe quem deu as respostas mais emotivas. O central, de 36 anos, não escondeu o que significa para ele o FC Porto, tanto a nível profissional como pessoal, e recordou aqueles que foram os momentos mais importantes no Dragão.

"Foi quando assinei o primeiro contrato e ser campeão pelo FC Porto, é algo único. A primeira vez que assinei pelo FC Porto foi a concretização de um sonho, uma vez que aconteceu três anos depois de ter saído do Brasil, de ter deixado a família, mas juntei-me a um grande clube de Portugal e da Europa. Foi o reconhecimento do meu trabalho e uma motivação para trabalhar ainda mais. Foi essa responsabilidade que fez com que me tornasse no jogador que sou", lembrou o internacional português, explicando o que o levou a regressar ao Dragão, depois de ter conquistado os principais troféus a nível mundial.

"Quando voltei a assinar pelo FC Porto foi uma sensação de poder voltar a casa, regressar a um clube que considero ser o meu lar. Considero que devo dar o meu contributo para tornar o FC Porto maior, semear o meu trabalho neste clube", prosseguiu o experiente defesa, acentuando aquilo que, para ele, torna as conquistas no Dragão mais especiais do que noutros clubes por onde passou, designadamente no Real Madrid.

"Aqui, ao festejarmos um título, não é apenas pelo título em si, é pela região, pelas pessoas, pela cidade. Faz com que sintamos mais o carinho das pessoas. Não quer dizer que não tenha sido assim noutros sítios, mas aqui estamos no nosso país, na nossa cidade, no clube que a gente ama. Só quem está aqui é que sente", reafirmou Pepe, definindo o FC Porto numa palavra: "Paixão."

Ex-avançado

Numa altura em que ainda não sonhava jogar no FC Porto, o internacional português deu os primeiros pontapés na bola como avançado. "Como profissional cheguei a fazer um jogo como avançado, depois passei para médio, lateral, mas a posição de que mais gosto é central", destacou, apontando depois aqueles que foram os seus grandes ídolos da juventude. Um deles passou pelo FC Porto. "Foi o Branco e também o Hierro, que apanhei como diretor no Real Madrid. Essas foram as referências no futebol. Fora é o meu pai", revelou Pepe, que em pequeno queria ser... motorista.

Por Rui Sousa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.