Pinto da Costa: «Aves estava à espera dos jogos com FC Porto e Benfica para pôr contas em dia»

Presidente do FC Porto volta a criticar os jogos à porta fechada

• Foto: José Gageiro/movephoto

Pinto da Costa voltou a manifestar-se contra a realização de jogos de futebol à porta fechada, sublinhando que as receitas de bilheteira são importantes para os clubes mais pequenos, nomeadamente quando recebem os grandes. E deu o exemplo do Aves.

"As pessoas que falei, responsáveis, inclusive o secretário de estado, todas acharam inacreditável como é que não podiam estar ali umas centenas de pessoas. Toda a gente acha que não faz sentido, que não tem razão de ser, que vão levar os clubes à falência, como já aconteceu com o Aves. Estava à espera dos jogos com FC Porto e Benfica para pôr as contas em dia", começou por dizer o presidente do FC Porto. 

"Permite-se publico nas touradas, nos espetáculos, no dia em Tondela, os Xutos a dar um concerto no Tivoli. Isto tem alguma explicação? Eu só queria entender e ninguém me explica. É aquela senhora que vai para a TV dizer que às vezes é preciso estar de máscara, outras não. Este país está sem rei nem roque. Todos os espetáculos, menos o futebol. Aves foi o primeiro, mas são milhões. Futebol é para o público, não é para nos divertirmos sozinhos. É inadmissível que jogos como a final de ontem fossem fechados. Paris, pior que Portugal, permitiu 10 mil pessoas e não houve nenhum problema. Mostra o desprezo que os governantes têm pelo futebol. Já não digo nada, só queria perceber", apontou Pinto da Costa.

Por José Miguel Machado
29
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0