Pinto da Costa explica saídas de Vitinha e Fábio Silva: «Têm futuro, mas não eram indispensáveis»

Líder portista aborda postura do FC Porto no mercado

Pinto da Costa explicou, esta segunda-feira, as razões que levaram o FC Porto a aceitar abrir mão de Fábio Silva e de Vítor Ferreira, dois dos produtos da formação portista que eram visto como muito promissores. Segundo o líder azul e branco, estas duas vendas foram importantes para equilibrar as contas e manter o núcleo duro.

"O FC Porto cedeu o Fábio Silva e o Vítor Ferreira e contratou Zaidu, Taremi, Carraça, e os outros que estão. Há jogadores que podem sair ou entrar, no mercado não escolhemos, os jogadores têm todos cláusula de rescisão, se qualquer cube pagar e os jogadores quiserem sair, não podemos impedir. Cedemos jogadores com talento e futuro, mas não eram peças indispensáveis no sucesso da equipa, praticamente não jogaram, não era pela sua falta que seremos afectados. O que recebemos deu para ir buscar outros jogadores e compor parcialmente as nossas contas. Não cedemos nenhum jogador do núcleo de 18 jogadores considerados indispensáveis", explicou, em entrevista ao Porto Canal.

Por Pedro Morais
26
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.