Pinto da Costa irónico: «O Béla Guttmann ainda não fez 100 anos»

Presidente do FC Porto recordou os títulos conquistados pelo rival no "tempo do fascismo"

• Foto: José Gageiro / Movephoto

O Estádio do Dragão comemora esta sexta-feira 15 anos de existência e, para assinalar a data, Jorge Nuno Pinto da Costa falou ao Porto Canal sobre as histórias da nova casa portista.

Ainda assim, na hora de recordar os títulos conquistados pelos dragões, nomeadamente a nível internacional, o líder dos azuis e brancos não esqueceu o rival Benfica e ironizou sobre o "tempo do fascismo".

"Havia jogadores que vinham das colónias destinados ao Sporting e que eram desviados para o Benfica. No tempo do fascismo era assim que se fazia a equipa. Hoje não conseguem. Se um jogador sair de Angola ou Moçambique para o Sporting ou para o FC Porto não há ninguém que possa dizer 'não vais para o Sporting, nem para o Porto, nem para o Sp. Braga, nem para o Vit. Guimarães: vais para o Benfica'. Esses títulos antes do 25 de abril eu chamo de títulos do fascismo. Nós, felizmente, temos sete títulos internacionais da democracia. Agora, há outros que têm dois tipos de títulos: os do fascimo e os das promessas. As promessas de que vão ser. Esquecem-se é que o Béla Guttmann ainda não fez os 100 anos", atirou.

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.