Pinto da Costa: «Se o sr. Tiago sentiu alguma coisa na cara não era o Brahimi de certeza»

Presidente do FC Porto volta a falar no castigo do argelino

• Foto: Lusa

Brahimi foi suspenso por dois jogos na sequência da sua expulsão na partida entre FC Porto e Sp. Braga, na qual viu um cartão vemelho já depois de ter sido substituído por ter encostado a cabeça ao quarto árbitro, Tiago Antunes. O castigo ao argelino tem sido duramente criticado pelo FC Porto - Nuno Espírito anto já o classificou de "absurdo" - e Pinto da Costa voltou a falar do tema.

"Ainda ninguém percebeu. Estava sentado no banco, foi castigado porque disse palavras que eles não perceberam porque falou em francês. E diz que encostou a cara ao 4.º árbitro: ele não é nenhuma girafa, não tem pescoço que chegue do banco lá. Uma coisa é curiosa: havia televisões, jornais, filmagens particulares, tudo e mais alguma coisa, e não há uma imagem do Brahimi a encostar a cara ao sr. Tiago [Antunes]. Se o sr. Tiago sentiu alguma coisa na cara não era o Brahimi de certeza", afirmou ao 'Jornal de Notícias'.

Questionado sobre se espera não voltar a ver Tiago Antunes nos relvados, o presidente do FC Porto sublinhou que... "toda a gente deve esperar". "Um indivíduo que é capaz de escrever o que escreveu no Facebook, que é tão mau, que veio dizer depois que não era verdade, que já não tinha Facebook... Mas nós vamos prová-lo: só depois de mandar essa mensagem é que fechou a sua página de Facebook".

O dirigente dos dragões falou ainda sobre o adepto do Sporting que morreu atropelado na madrugada de sábado junto ao Estádio da Luz. "Morrer um adepto é sempre triste, mas sobretudo sendo assassinado é muito mais triste. E era de pensar e de muita gente ser mais moderada sobretudo alguns comentadores que há anos fomentam o ódio através dos canais televisivos".

Por Sofia Lobato
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0