Restou a dedicatória

Sérgio Oliveira agradeceu a Conceição o penálti que este lhe tinha destinado, mas lance foi irregular

• Foto: Movenotícias

Assim que introduziu a bola na baliza de Vagner, na sequência do penálti que cobrou, Sérgio Oliveira correu na direção do banco de suplentes do FC Porto para festejar com Sérgio Conceição. O médio não sabia que Manuel Oliveira viria a anular o golo, mas a dedicatória já estava feita... e ficou.

A história deste penálti começou em Paços de Ferreira, quando Brahimi cobrou um lance do mesmo tipo que estava destinado a Sérgio Oliveira. O seu técnico viria a explicar anteontem que a falta de confiança do médio se relacionou com uma conversa entre ambos, ao intervalo daquele jogo, que terá pressionado o médio. O próximo penálti a favor dos dragões ficou então destinado a Sérgio Oliveira e nem as perguntas feitas para o banco de Herrera e Aboubakar mudaram a decisão: Sérgio Conceição apontou sempre para o seu homónimo, que de resto já tinha ido buscar a bola às mãos de Óliver Torres.

Só que já depois de jogador e treinador se abraçarem, para depois serem engolidos pelo restante plantel, Manuel Oliveira, com a ajuda do VAR, Bruno Esteves, descortinou a cobrança irregular do penálti: Sérgio Oliveira escorregou e acabou por tocas duas vezes na bola antes de ela entrar na baliza do Boavista.

Diga-se que o VAR também teve interferência numa outra decisão ontem à noite. Depois de dar vermelho direto a Vítor Bruno, o juiz viu as imagens e diminuiu a sanção disciplinar para cartão amarelo.

Por André Monteiro
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.