Revolução permitiu estreia de Carraça no FC Porto

Seis jogadores titulares foram pela primeira vez neste jogo da Taça de Portugal

• Foto: Miguel Barreira

O primeiro jogo do FC Porto na Taça de Portugal na era de Sérgio Conceição tem sido sinónimo de janela de oportunidade para os elementos menos utilizados do plantel e a visita ao Fabril não foi exceção. O treinador voltou a apostar na mesma estratégia que utilizou nas três edições anteriores da prova rainha, desta feita a promover a titularidade, pela primeira vez esta época, a meia dúzia de jogadores, e a apadrinhar a estreia absoluta do lateral Carraça, reforço proveniente do Boavista, com a camisola do FC Porto.

Rotação que tem sido concretizada sempre em função do contexto da eliminatória e do argumento competitivo de um adversário que milita no Campeonato de Portugal, mas que acabou por ser suficiente para promover os estatutos de Loum, Romário Baró, Taremi, Felipe Anderson, Nakajima e Carraça.

Golpe anímico para os jogadores em questão, mas também com sentido estratégico, principalmente face à sequência de jogos que se avizinham e à necessidade de Sérgio Conceição gerir o desgaste acumulado nas principais unidades.

Por Record
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.