Rio quer explicações do Ministério Público

Em causa estão as recentes declarações de Adão Mendes no âmbito do caso dos emails

José Fernando Rio, candidato à presidência do FC Porto, utilizou a sua página do Facebook para pedir um esclarecimento ao Ministério Público. Em causa estão as recentes declarações de Adão Mendes no âmbito do caso dos emails, onde o antigo observador da FPF admitiu que utilizava as expressões "padres" e "missas" para se referir aos árbitros e aos locais onde iriam decorrer os jogos do Benfica.

"Adão Mendes confirmou ao DCIAP que quando se referia a padres e a missas se estava a referir a árbitros e aos jogos de futebol por eles apitados. Mais, Adão Mendes confirmou que o Benfica mandava mesmo, que quem o prejudicasse sabia que ia ser punido e que o clube iria ter árbitros escolhidos para os seus jogos", escreveu, prosseguindo: "Não se entende como é que o MP insiste em algumas das acusações que faz ao Porto Canal e a alguns dos participantes nos programas em que tudo isto foi tornado público. A bem da verdade exige-se que haja um rápido esclarecimento."

Por Pedro Morais
1
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.