Rui Águas responde a Conceição: «Não acredito que me tenha ouvido e isso faz toda a diferença»

Utilização de Zé Luís no FC Porto na origem da discórdia entre treinadores

A carregar o vídeo ...
Conceição responde a Rui Águas: «Não foi tão profissional como os outros...»

Depois do trinfo frente ao Casa Pia, Sérgio Conceição comentou as palavras de Rui Águas, selecionador de Cabo Verde, sobre a utilização de Zé Luís no FC Porto. A análise feita pelo técnico portista levou Rui Águas a reagir na RTP 3, referindo que talvez Sérgio não tenha ouvido na íntegra as suas declarações à Rádio Renascença. 

"Convidava o Sérgio Conceição a tentar ouvir o que eu disse, não acredito que o tenha feito e isso faz toda a diferença. Entre o que estava escrito e aquilo que eu disse a diferença é grande. E ele até foi polido na resposta que deu, foi confrontado com a situação e respondeu com os dados que tinha. A entrevista que dei foi a uma rádio e, atualmente, falamos para as rádios e depois as coisas são reproduzidas e escritas com algumas diferenças, o tom parece outro. Sugeria ao Sérgio que ouvisse para constatar o que estou a tentar explicar", começou por dizer Rui Águas, frisando de seguida que tem toda a legitimidade para comentar a utilização de Zé Luís: "Sou um dos treinadores atuais do Zé Luís, é um jogador que treino pontualmente e o Sérgio Conceição regularmente. Na entrevista falei sobre o início de época, não estava a falar da atualidade nem dos jogos da seleções ou das lesões que foram aparecendo. Falava do início, que o Zé Luís com os golos que marcou, mesmo havendo concorrência forte, ia haver ali uma luta boa. Só achava que ele ia ter mais continuidade depois daquele início, isto reconhecendo a dificuldade na escolha, em função do Fábio Silva, do Aboubakar, do Marega e do Soares. Acho que na minha condição de treinador do Zé Luís tenho legitimidade para dar opinião livremente, não voltámos a 1973."

Sérgio Conceição referiu ainda que se Rui Águas tinha dúvidas sobre a utilização de Zé Luís deveria ter-lhe ligado, trazendo à baila a questão do profissionalismo do selecionador de Cabo Verde. Palavras que também tiveram resposta por parte de Rui Águas. "A questão do profissionalismo é um exagerozinho. Não se é mais ou menos profissional porque se liga ou não ao treinador. Não tenho uma regra, há uns que ligam, outros não. Ligo a jogadores quando entendo que devo, não há regra no meu procedimento, há casos específicos que vou gerindo", sublinhou Rui Águas, abordando ainda um episódio recente entre Sérgio Conceição e Toni Conceição, selecionador dos Camarões e de Aboubakar: "Este contexto é totalmente novo, não tem nada a ver com o que passou. E recupero a questão do António Conceição, que elogiou o Aboubakar e eu lembro-me que Sérgio Conceição desvalorizou e disse que o Aboubakar tem é de treinar. Passou uma semana e colocou o Aboubakar no onze, passados uns dias voltou a colocá-lo onde contraiu a lesão que conhecemos fruto de uma ausência longa. Não faz muito sentido. As incoerências acontecem. O stress é grande, é treinador de um clube grande e de repente vê-se na obrigação de responder. É um desgaste permanente que ele pode gerir de outra maneira que só lhe fará bem."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.