Saídas de Militão e Felipe renderam... 38,7 milhões

Dragões revelaram dados no Relatório e Contas

As transferência de Éder Militão para o Real Madrid (50 milhões) e Felipe para o At. Madrid (20 milhões) permitiram um encaixe bruto de 70 milhões de euros. Todavia, as mais-valias desses negócios foram de apenas 38,7 milhões de euros. O novo merengue rendeu 28,437 milhões, após a dedução de 21,562 milhões de encargos. Felipe gerou 10,261 milhões.

O Relatório e Contas do FC Porto, divulgado ao início da noite de ontem, revelou ainda que Manafá custou 2,8 milhões por 60% do passe, enquanto o argentino Saravia, outro lateral-direito, implicou o investimento de 5,967 milhões.

A aquisição ao V. Guimarães dos 30% que ficou a deter por ter recebido Marega por empréstimo custou 4,154 milhões, além de Rafa Soares, André André e João Carlos Teixeira a título definitivo. A SAD alienou ainda, sem especificar, 3,5% do passe de Corona, detendo 66,5% dos direitos do jogador.

Entretanto a remuneração da administração da SAD subiu no exercício de 2018/19 de 2,124 para 3,573 milhões, resultantes de um prémio variável atribuído de 1,407 milhões.

Aboubakar em condições pode equilibrar

O Besiktas disse tudo quando revelou que estava disposto a pagar dois milhões de euros do salário que o Aboubakar aufere em Portugal, mas que o FC Porto ainda teria de suportar os restantes 900 mil euros, o que coloca o vencimento do camaronês na linha dos três milhões de euros limpos. O seu contrato até 2021 impõe um dispêndio ao nível do que Bas Dost implicava para o Sporting. No Relatório e Contas dos dragões há um custo de 2,3 milhões de euros relativos a prémios de assinatura nas renovações de Aboubakar e Fábio Silva, bem na contratação de Saravia.

9
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.