Saidy tem os dias contados no plantel principal do FC Porto. O suíço, de 22 anos, vai deixar os trabalhos em breve e será colocado a rodar num outro emblema. O plano é simples e passa por proporcionar ao reforço condições para que, num futuro próximo, possa efetivamente lutar por um lugar no onze do FC Porto.

Contratado por 3 milhões de euros ao Saint-Étienne, de França, o lateral contaria no grupo às ordens de Sérgio Conceição com a concorrência de João Pedro e Maxi Pereira, este ainda de férias. Ora, com o uruguaio a oferecer uma garantia competitiva inatacável aos olhos de Sérgio Conceição, que pediu expressamente a sua continuidade no clube, o também reforço João Pedro apresentou-se nesta pré-época num plano de maturidade que oferece um maior conforto aos responsáveis azuis e brancos, tanto que o brasileiro, de 21 anos, é uma ameaça séria ao estatuto superior do experiente uruguaio.

Quanto a Saidy, depois de ter feito 22 jogos pelo Saint-Étienne na última época, 16 deles a titular, e somado mais alguns minutos pela equipa satélite dos franceses, que disputa um campeonato regional do país, o suíço terá a oportunidade de evoluir em contexto competitivo e mostrar valor que lhe garanta a inclusão no FC Porto em 2019/20.

Temas:

Saidy