Record

Sami por quatro épocas

extremo chega do marítimo a custo zero e traz com ele o rótulo de carrasco do... benfica

Sami por quatro épocas
Sami por quatro épocas

Conforme Record avançou na sua edição de ontem, Julen Lopetegui tem o reforço das extremas atacantes entre as suas prioridades e a administração da SAD já deu um passo firme para concretizar-lhe esse desejo. De acordo com o que conseguimos apurar, o maritimista Sami será dragão a partir da próxima temporada e até 2018, ao abrigo de um acordo já estabelecido entre as partes envolvidas, sendo que, entre elas, não está o Marítimo, clube que não tem qualquer relação institucional com o FC Porto e com o qual o extremo, de 25 anos, termina a sua ligação a 30 de junho próximo. Assim sendo, tal como aconteceu com o guarda-redes Ricardo e com o lateral Opare, também este reforço chegará ao Dragão a custo zero.

Sami, atente-se, tanto joga pela direita como pela esquerda do ataque, pelo que se enquadra perfeitamente nas necessidades que o novo treinador portista detetou no plantel. Por outro lado, o jogador que na última época vestiu a camisola número 17 do Marítimo vem salvaguardar a ausência de Silvestre Varela no arranque dos trabalhos de pré-temporada, já que o internacional português foi convocado para o Mundial’2014 e, por isso, vai apresentar-se mais tarde aos trabalhos no FCPorto.

Varela e Sami serão concorrentes em 2014/15, sendo que o jogador vindo do Marítimo traz com ele uma preciosa vantagem em relação a esse futuro colega, ou seja, um bom período de repouso que lhe permitirá apresentar-se na máxima força para convencer o treinador e garantir um lugar no plantel. Neste momento, aliás, Sami já se encontra a gozar as suas férias de verão e fá-lo no país de onde é natural, a Guiné-Bissau.

Varela não será, contudo, o único jogador com quem Sami lutará por um lugar no FCPorto. Na corrida pelo mesmo posto estarão também Ricardo Quaresma, Licá, Ricardo, Kelvin e até Kayembe, extremo que na última temporada andou sempre com a equipa B, mas que também terá a oportunidade de convencer Julen Lopetegui. Para além destes, há ainda que ter em conta Djalma, jogador com uma trajetória semelhante à de Sami, pois também saiu do Marítimo para o FC Porto a custo zero, e que assumiu há dias a Record que tem ordem para se apresentar aos trabalhos a 3 de julho. Visto isto, com a chegada de Sami, os azuis e brancos passam a ter oito extremos, pelo que alguns deles devem sair, seja a título de empréstimo ou de forma definitiva. Lopetegui terá a última palavra...

Cartão de visita

Quanto a Sami, refira-se que o luso-guineense foi utilizado por Pedro Martins, na temporada finda, em 26 partidas oficiais, tendo apontado apenas um golo e ao grande rival do clube que vai representar nas próximas quatro temporadas. Na ronda inaugural da última edição da Liga, nos Barreiros, frente ao Benfica, o jogo estava empatado a uma bola, quando Sami carimbou o triunfo dos insulares. O extremo confirmou aí o hábito de ser decisivo nos jogos com as águias: já em 2011/12, foi com um tento da sua autoria que o Marítimo eliminou o Benfica na Taça de Portugal.

Formado na Luz e apontado ao leão

Sami acabou por juntar-se ao FC Porto, mas andou sempre mais perto dos rivais lisboetas. Na janela de transferências de janeiro, por exemplo, esteve quase a transferir-se para Alvalade, quando o Sporting assegurou a contratação de Heldon ao Marítimo, mas acabou por não seguir com o antigo colega e isso permitiu-lhe juntar-se agora ao FC Porto. Muito antes disso, nas temporadas de 2005/06 e 2006/07 chegou mesmo a vestir a camisola do Benfica, tendo alinhado pela equipa júnior dos encarnados. No entanto, é agora nesta transferência para o FCPorto que vai encarar o maior desafio da sua carreira, depois de um par de boas épocas sob a alçada de Pedro Martins.

6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

M